Você está em:

ENDOCRINOLOGIA

Endocrinologia e Metabologia é uma especialidade da Clínica Médica que estuda o Sistema Endócrino (as glândulas endócrinas e suas respectivas secreções hormonais) e o metabolismo. É uma especialidade relativamente nova, pois foi introduzida no Brasil na década de 1980. A grande importância da Endocrinologia consiste no fato de que as doenças por ela tratadas tem aumentado em prevalência. Entre as doenças mais comumente avaliadas pelo endocrinologista estão o Diabetes Mellitus, Obesidade, Osteoporose, Distúrbios da glândula Tireóide (hiper e hipotireoidismo, câncer de tireóide), tumores e disfunções da glândula hipófise, entre outros.


Quem é o Endocrinologista?


Para se tornar um médico endocrinologista é necessário Residência Médica em Clínica Médica por dois anos e mais dois anos de Residência Médica em Endocrinologia e Metabologia, ou possuir Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia emitido pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.


Tireóide


É uma glândula localizada na região do pescoço de todos os seres humanos. Quando há excesso de produção dos hormônios tireoideanos é detectado o hipertireoidismo. Quando o contrário ocorre, ou seja, quando há carência na produção de hormônios pela tireoide detecta-se hipotireoidismo.


Há ainda doenças nodulares que podem acometer a glândula tireoide. Estas nodulações podem ser únicas ou múltiplas e devem ser investigadas pela possibilidade de produção hormonal autônoma ou mesmo pela possibilidade de câncer de tireoide.


Obesidade


A obesidade tem crescido em frequência no decorrer dos anos. O sedentarismo, o consumo de alimentos hipercalóricos, o estresse, a falta de sono são todos fatores que tem aumentado a frequência desta doença no mundo todo. O endocrinologista, além de excluir a presença de doenças que possam estar interferindo na perda de peso, pode orientar tanto melhora alimentar quanto o início de uma prática desportiva adequada para a retomada do peso normal. E, se necessário, iniciar tratamento medicamentoso para a perda de peso. Além disto, o especialista poderá controlar as doenças presentes em decorrência do excesso de peso, como o Diabetes Mellitus, o acúmulo de gordura no fígado, os distúrbios do colesterol, a hipertensão, entre outros.


Neuroendocrinologia


Diversos hormônios são produzidos por glândulas presentes dentro do crânio. A mais conhecida destas glândulas é a hipófise, uma verdadeira “mestra” do sistema endócrino. Ela produz hormônios relacionados ao crescimento, ao funcionamento do Sistema Reprodutor Masculino e Feminino, amamentação, resposta ao estresse, e com a função tireoidiana.


Doenças ósseas


Osteoporose também é uma área de abrangência da endocrinologia, e outras doenças ósseas como raquitismo, deficiência de vitamina D, entre outras podem ser acompanhadas por este tipo de especialista.


Adrenais


São glândulas localizadas acima dos rins bilateralmente, e, portanto, também chamadas de suprarrenais. Problemas congênitos das adrenais (por exemplo: Hiperplasia Adrenal Congênita) ou adquiridos (nódulos, tumores, entre outros) podem ter manifestações graves.


Diabetes


É uma doença em que níveis inadequados de açúcar sanguíneo são detectados. Pode acometer de recém-nascidos a idosos, embora com tipos diferentes da doença. Seu diagnóstico e tratamento adequados, o mais precocemente possível, são fundamentais para o bom convívio com a doença. O endocrinologista sempre é o melhor profissional indicado para o bom controle do diabetes, uma doença que, em tempos de obesidade, tem se tornado cada vez mais comum. Muitas vezes o diabetes é diagnosticado anos após o real início do processo da elevação da glicose, e na ocasião do diagnóstico, complicações como retinopatia, neuropatia ou nefropatia já podem estar presentes. Por todos estes motivos, se você é diabético, procure um endocrinologista.

Rua Petit Carneiro, 414 - Água Verde - Curitiba - PR | contato@annaclin.com.br

Dr Afonso Celso Alves de Melo – CRM PR 5220 – Diretor Técnico Médico